Instituto TIM

A evolução ilustrada por crianças do EF

02/12/2014

O animador Tyler Rhodes, dos Estados Unidos, mostrou uma maneira muito criativa de explicar o tema “evolução” a crianças do Ensino Fundamental I! Normalmente, a primeira imagem que temos da evolução é do homem das cavernas se transformando no ser humano de hoje, com várias representações enfileiradas em um desenho. A ideia de Tyler era que os alunos percebessem como todos os ancestrais de um ser vivo estão ligados, como se fossem as ramificações de uma árvore, e que uma espécie pode dar origem a muitas outras.

Para isso, ele fez uma brincadeira parecida com “telefone sem fio” com grupos de alunos de várias escolas. Tyler inventou um animal parecido com uma salamandra e pediu que as crianças desenhassem suas próprias versões do bicho. Os desenhos tiveram mudanças em relação ao original, já que cada um tem seu jeito de desenhar. Então, ele começou a criar situações que causariam a extinção da maioria desses animais, sobrando apenas alguns. Os motivos eram variados: mudanças no clima e no ambiente, fenômenos naturais, a presença de predadores…

E os grupos tinham que escolher entre os desenhos quais seriam as espécies que se adaptariam melhor às mudanças, criando novas figuras a partir de cada etapa. Assim, Tyler conseguiu centenas de espécies diferentes desenhadas pelos alunos! Todas vieram da primeira criatura que ele inventou, mas com características diferentes. Algumas tinham escamas, outras tinham chifres, nadadeiras, rabos longos ou curtinhos e muito mais. Ele usou cerca de 100 desses desenhos para fazer uma animação mostrando a evolução desses animais, contando com a ajuda das crianças para fazer os efeitos sonoros. Olha só como ficou bacana!

 

 

Fazer uma animação desse tipo é difícil, mas a atividade com os desenhos é bem legal para envolver as crianças e ajudá-las a entender de um jeito divertido como acontece a evolução no planeta. Tyler mantém um blog desse projeto em inglês, e você pode acessá-lo neste link.

Envie um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *