Instituto TIM

Caindo no vácuo: uma experiência impressionante!

27/11/2014

O que cai mais rápido: uma pena ou uma bola de boliche? A resposta está na ponta da língua: a bola de boliche. Mas você vai repensar esse resultado ao ver a experiência feita por um físico da Inglaterra chamado Brian Cox. Ele foi até a maior câmara de vácuo do mundo para mostrar que os dois objetos caem com a mesma velocidade. Essa câmara é da NASA, a agência espacial dos Estados Unidos, e é um local onde é possível retirar todo o ar que existe dentro dele, assim como no espaço. Foi nessas condições que Brian fez seu experimento. Veja o que acontece no vídeo abaixo a partir de 2’50” (o vídeo está em inglês).

 

 

Impressionante, não é mesmo? É que se soltarmos esses objetos nas condições normais, o ar aplica uma força de resistência diferente para cada um dos objetos, já que eles têm formatos e tamanhos diferentes. Em outras palavras, o atrito da pena com o ar é maior do que o da bola de boliche. Um outro exemplo que explica isso é o do paraquedas. O seu formato faz com que a pessoa chegue mais devagar ao chão do que se estivesse sem ele.

Quando retiramos o ar do ambiente, todos os objetos caem com a mesma velocidade em direção à Terra, não importa o formato, já que não existe o atrito com o ar. O grande físico Isaac Newton publicou um trabalho há muito tempo, no século 16, mostrando que a força da gravidade da Terra é o que atrai todos esses objetos de forma igual. Ele criou a lei da gravitação universal, que explica como a gravidade faz com que os corpos se atraiam. A gente também exerce uma força sobre a Terra, mas de maneira infinitamente menor. Por isso, tudo fica “preso” à superfície do planeta.

Porém, no final do vídeo, Brian fala de um outro cientista famoso que mudou a forma como vemos a gravidade: Albert Einstein. Com sua teoria da relatividade, do começo do século passado, ele constatou que a gravidade não é apenas uma força que atrai os corpos, e sim um efeito das mudanças que esses corpos provocam no espaço-tempo. Parece complicado! Mas essa teoria revolucionou os estudos da física, e é mais uma prova de como a ciência é dinâmica e muda constantemente nossa forma de ver o mundo.

2 Comentários

  1. Maravilhoso estou trabalhando gravidade com os alunos do terceiro ano fundamental amei o video e vou passar ,pena que esta em ingles.

    Responder
  2. Fantástico!!!! Uma demonstração brilhante na prática do que só na teoria é difícil de compreender, por estarmos condicionados no nooso meio.

    Responder

Envie um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *