Instituto TIM

Dá para recriar dinossauros em laboratório?

25/08/2015

Os dinossauros foram extintos há cerca de 65 milhões de anos, mas encontramos seus vestígios pela Terra até hoje. Ossos, ovos, pegadas e até pedaços de pele já foram descobertos por pesquisadores, que estudam os fósseis para tentar entender como era a vida desses animais. Com tantas partes de dinossauros espalhadas pelo mundo, será que os cientistas conseguirão recriá-los algum dia?

Isso foi possível pelo menos no cinema, com a série de filmes “Jurassic Park”. Na história, cientistas misturaram o DNA de dinossauros com o de outras espécies para dar vida aos gigantes. DNA é uma molécula que guarda todas as informações sobre o nosso organismo e diferencia os seres vivos. Só que aí tem o primeiro problema: mesmo se a amostra de DNA estiver congelada, ela duraria no máximo 1,5 milhão de anos. Bem longe dos 65 milhões, né? Por isso, o método usado no filme é considerado impossível, já que o código do DNA dos dinossauros estaria todo quebrado – isso se conseguissem encontrar uma amostra!

Mas há outros estudos sendo feitos para tentar recriar animais pré-históricos. Os principais têm a ver com a teoria de que os dinossauros deram origem às aves. Mesmo sendo bichos tão diferentes, eles têm algumas características em comum – inclusive, os cientistas acreditam que muitas espécies de dinossauros tinham o corpo coberto por penas! A ideia de alguns pesquisadores é alterar o DNA de espécies de aves para tentar chegar o mais próximo possível do que era um dinossauro.

Também há cientistas que querem trazer de volta o mamute e o tigre-dentes-de-sabre, que viveram por aqui há cerca de 10 mil anos. Nesses casos fica menos complicado de encontrar materiais com o DNA desses bichos. Mas para dar vida a eles seria preciso misturar seus DNAs com o de algum outro animal parecido – como o elefante, no caso do mamute. Aí sim a história de “Jurassic Park” estaria mais próxima da realidade.

Essas pesquisas geram muitos questionamentos e discussões entre os cientistas. Poderíamos considerar esses bichos como dinossauros, mamutes e tigres-dentes-de-sabre? Afinal, são criaturas totalmente modificadas. Será que eles se adaptariam a novos ambientes na Terra? Como viveriam sem companheiros da mesma espécie? Não seria melhor cuidar dos animais que estão em risco de extinção do que trazer de volta animais pré-históricos? Já dá para perceber que esse debate vai longe!

Envie um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

code