Instituto TIM

O Brasil também foi terra de dinossauros

05/04/2016

Você consegue imaginar dinossauros vivendo aqui no Brasil? Pode acreditar: nosso país também foi lar de algumas espécies de dinossauros há dezenas e até centenas de milhões de anos! Até agora, 21 espécies brasileiras foram registradas pelos paleontólogos, encontradas em estados do Nordeste ao Sul do país: Ceará, Maranhão, Mato Grosso, Minas Gerais, Pernambuco, Rio Grande do Sul e São Paulo.

Quais foram os maiores dinossauros que habitaram a Terra?

Boa parte delas pertence ao grupo dos saurópodes, aqueles dinossauros grandalhões com pescoço e cauda bem compridos e que se alimentam de plantas. Mas também há outros tipos, incluindo alguns que estiveram entre os primeiros dinossauros que habitaram a Terra, há mais de 200 milhões de anos. É difícil identificar novas espécies, já que normalmente são encontrados poucos ossos. Por isso ainda existem espécies brasileiras consideradas como questionáveis (não dá para saber se é uma nova espécie ou uma que já existe), indeterminadas e uma que foi reclassificada como pré-dinossauro.

Paleoarte: saiba mais sobre a arte de criar imagens para os dinossauros

Ainda há muito a se descobrir sobre os dinossauros brasileiros e como foi o período da pré-história no país. Quem sabe quantas novas espécies podem ser encontradas? Veja só as características de alguns dinossauros que já foram registrados por aqui.

Estauricossauro (Staurikosaurus pricei)

Foi o primeiro dinossauro brasileiro a ser descrito, em 1970 – mas ele foi descoberto bem antes, em 1936, na cidade de Santa Maria (RS). O estauricossauro esteve entre os primeiros dinossauros que já existiram, e viveu há 225 milhões de anos. Ele era baixinho e comprido, com cerca de 1 metro de altura e 2,5 metros de comprimento, e pesava 30 kg. Mesmo não tendo um tamanho gigante como outros dinossauros, o estauricossauro era um caçador temido por pequenos animais. Suas pernas longas lhe davam mais velocidade.

Uberabatitan ribeiroi

O nome do “titã de Uberaba” já apresenta bem essa espécie do grupo dos saurópodes. Seus primeiros fósseis foram encontrados na cidade mineira em 2004, e ele é considerado o maior dinossauro brasileiro: tinha em torno de 4 metros de altura, 20 metros de comprimento e 16 toneladas. O Uberabatitan ribeiroi viveu no final do período Cretáceo, há 65 milhões de anos, em uma época repleta de mudanças no clima. Os longos períodos de seca seguidos de grandes inundações podem, inclusive, ter sido o motivo da extinção da espécie.

Santanaraptor placidus

A descoberta dos fósseis do Santanaraptor placidus, em 1991 em Santana do Cariri (CE), foi uma das mais importantes no Brasil e no mundo. Além de pertencer a um gênero que ninguém conhecia (e que muito tempo depois daria origem ao Tiranossauro Rex), junto aos ossos estavam partes de tecidos moles bem preservados, como fibras musculares, vasos sanguíneos e pele, o que é raro de acontecer. Esse dinossauro podia atingir 2,5 metros de altura e tinha ossos parcialmente ocos, o que o tornava mais leve, ágil e veloz para capturar suas presas.

Veja mais informações sobre as 21 espécies de dinossauros brasileiras nas matérias dos portais Terra e Zero Hora.

Créditos da foto em destaque (Santanaraptor placidus): Kabacchi/Wikimedia Commons

Envie um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *