Instituto TIM

TFC para alunos da Educação de Jovens e Adultos

26/10/2016

A professora Luana Leamari, de São Bernardo do Campo (SP), está aplicando desafios do material didático de TIM Faz Ciência com alunos da Educação de Jovens e Adultos (EJA) da EMEB Marcos Rogério da Rosa. Os alunos não têm o Caderno do Estudante, mas isso não impede a realização dos percursos. Luana faz uma adaptação das atividades de cada etapa que considera mais apropriadas para jovens e adultos e também tira cópias dos desafios do Caderno que a turma vai realizar na íntegra.

Um deles foi o Desafio Nível 1 de Observar, em que os estudantes completaram os jogos 1 (Encontre as diferenças) e 2 (Quem é par de quem?). “Pensei até que iriam achar bobos, por serem para crianças, mas eles adoraram os jogos”, conta a professora. Os desafios realizados são inseridos nos cadernos ou nos portfólios de atividades de cada aluno. Luana explica que sua atuação como professora da EJA é mais como mediadora. “Planejo as aulas, mas não sei onde vão me levar”, comenta.

Isso ficou bastante evidente em Verificar. A professora leu a história “O estranho caso das mulheres de Viena” até a metade, para que os estudantes levantassem hipóteses sobre a solução do caso. Eles se envolveram tanto com a história, que começaram a relacioná-la com várias situações que acontecem no dia a dia. “Previ meia hora para o debate, mas a história levou para muitos assuntos da vivência deles: saúde pública, como funciona o sistema de saúde no Brasil…” Os alunos também lembraram de notícias recentes e boatos nas redes sociais e perceberam a necessidade de verificar os fatos antes de tirar conclusões.

A observação do intervalo trouxe uma grande conquista para a turma. A escola oferecia cinco opções de jogos: damas, xadrez, dominó, pingue-pongue e pebolim. Entretanto, os alunos sentiram falta de ter atividades físicas, já que o 2º segmento da EJA (que equivale às séries do 6º ao 9º ano) não tinha aulas de educação física. A sugestão foi de organizar um campeonato de futebol. “Quando levei a sugestão para a reunião, outros professores disseram que seus alunos também comentaram sobre essa questão”, diz Luana. A partir de então, os estudantes do 2º segmento passaram a ter aulas de educação física toda sexta-feira. Já o campeonato de futebol é organizado pelos próprios alunos e acompanhado também pelo professor de educação física.

Alguns alunos de Luana deram seus depoimentos sobre as atividades de TFC. “As atividades feitas me ajudam a conhecer, aprender mais sobre ciência. É muito bacana por ser uma aula diferente, sempre me surpreendo”, disse Leonardo Gonçalves da Silva. Sua colega Valdirene Pina de Araújo destacou o diálogo entre os alunos como uma parte essencial dos desafios. E Evaldo Guedes de Souza ressaltou a importância de que a escolha da sugestão do campeonato de futebol tenha sido democrática. “Todos têm o direito de opinar e argumentar.”

Para Luana, os desafios de TFC ajudam a resgatar especialmente os hábitos de questionar e observar entre os adultos, que muitas vezes se perdem conforme eles deixam de ser crianças. Ela notou que seus alunos estão buscando mais materiais para leitura e fontes de pesquisa. “Também desmistifica a imagem do cientista, porque eles pensam que é a do cientista maluco ou daquela pessoa que só fica presa no laboratório. Mas depois percebem que todos fazem ciência, inclusive no dia a dia”, acrescenta.

Você também aplica atividades de TFC com seus alunos de EJA? Conte sua experiência nos comentários e convide seus alunos para comentar no site sobre as atividades realizadas!

4 Comentários

  1. Parabéns professora Luana por buscar mais conhecimento para qualificar o seu trabalho junto com os educandos. Parabéns pelo compromisso e pelo belo trabalho pedagógico realizado. Segundo Paulo Freire: “O educador se eterniza em cada ser que educa”. Com certeza você e seu trabalho será internizado nas memórias dos seus educandos. Parabéns equipe!!!

    Responder
  2. Parabéns pelo trabalho!!!
    Professora Luana é um orgulho para nossa escola!
    Tatiana

    Responder
  3. Professora Luana que bacana aceitar o desafio de realizar este trabalho com os educandos e educandas da EJA! Trazer propostas inovadoras e desafiadoras para a EJA é um grande desafio…gostaria de parabenizar sua iniciativa, sua coragem, seu respeito por seus alunos e alunas. Todos ganham com boas propostas, nós professores e os alunos também pois como nos ensinou o mestre Paulo Freire, ensinando aprendemos! Abraço

    Responder
  4. Muito bacana a iniciativa da professora em levar os materiais do Tim para seus alunos da EJA. Tomara que mais professores tenham essa forma de pensar suas aulas para essa modalidade, muitas vezes, esquecida na escola.

    Responder

Envie um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *